quarta-feira, 18 de outubro de 2017

Bolo de Amêndoa com Ovos Moles

A semana passada foi dia de aniversário da mana mais nova! Rumamos até ao Porto (até parece muito longe, eheh) para lhe cantar os parabéns e eu fiquei encarregue de levar o bolo. É que sabem bem que a coisa de bolo de pastelaria já não combina em nada comigo!
 
Um bolinho sem açúcar, preferencialmente sem farinhas do mal (trigo, etc) e sem lacticínios, esse é o meu lema! E aqui quem entra? Os meus amiguinhos da Paleo! Não, não adoptei este estilo de vida, mas a nível de sobremesas, são dos melhores para seguir.
 
A receita é da Márcia Patrício, do Tempero da Argas e o resultado foi este: DI-VI-NAAAALLLL!!!
 
P.S. - Perdoem-me a qualidade da imagem, mas na altura não foi possível melhor :(
 
 
 
Para o bolo
- 2 ovos inteiros + 3 claras
- 120g amêndoa moída
- 2 c. sopa de mel
- 1 laranja (raspa)
- 1/2 c. café bicarbonato de sódio

 
Bata os ovos e as claras até obter uma mistura esbranquiçada e em espuma.
Adicione os restantes ingredientes e bata até incorporar.
Unte uma forma, coloque a massa e leve ao forno por 30 a 40 minutos.
Vamos lá aos ovos moles!
 
 
Para os ovos moles
- 3 gemas
- 80g de mel
- 50g de água
 
Leve a água e o mel ao lume até formar uma calda.
Retire um pouco da calda e misture com as gemas, mexendo rapidamente para as gemas não cozerem.
Depois coloque as gemas no mesmo recipiente que a água e o mel e deixe ferver.
Coloque por cima do bolo no momento de servir.
 
 
 

terça-feira, 26 de setembro de 2017

Waffles de Coco e Amêndoa

Ontem fiz "leite" de coco! Anteriormente bebia "leite" de compra, até me aperceber que é uma bebida facílima de se fazer e muito mais saudável, pois não tem nem metade dos ingredientes que são usados na confeção dos "leites" de supermercado.
 
Para além disso, ainda sobra o coco que guardo num frasquinho de vidro no frigorífico e uso em receitas. Hoje, decidi usá-lo nuns waffles. Misturei os ingredientes mais simples e saíram uns waffles deliciosos!
 
 
 
 
- 1 banana média madura
- 1/2 cup de aveia
- 1/2 cup de amêndoas
- 2 c. sopa de sobra de coco
- 90ml de leite de coco
- 2 ovos
 
 
Colocar todos os ingredientes num processador e triturar até obter uma massa homogénea.
Aquecer a máquina de waffles.
Colocar pequenas porções e deixar dourar.
Rápido e delicioso!
 
P.S. - A "etiqueta" a partir dos 12 meses aplica-se a quem respeita as fases de introdução alimentar. Em certas formas de introdução alimentar estas idades "não se respeitam" :)

segunda-feira, 25 de setembro de 2017

Granola

Se eu vos disser que nunca tinha experimentado granola na minha vida, acreditam? Pois, é verdade! Mas tenho uma justificação... É que as granolas que se comercializam estão carregadas de açúcar, coisa que quase não faz parte do meu dia-a-dia. As que se comercializam sem açúcar são caras e achei que era melhor ser eu a fazer.

Noutro dia, utilizei o forno na hora de jantar e achei que seria esse o dia! Como diz a Siba "ba-ba-bum", simplesmente uma delicia. Gostou a mãe, gostou o pai (acreditem que quando ele gosta é porque está mesmo uma delícia, esquisiiiiitoooo!), a tia, a avó e o bebé só pedia "bôló", ahahah!




- 1 cup de aveia
- 1 cup de mix de cereais puff
- 1/2 cup de avelãs picadas
- 1/2 cup de nozes picadas
- 1/3 cup de sementes de girassol
1/4 cup de óleo de coco
- 4 c. sopa de mel


Pré-aqueça o forno a 180ºC.
Misture os ingredientes secos.
Adicione o óleo de coco e, de seguida, o mel. Misture muito bem.
Forre um tabuleiro com papel vegetal.
Espalhe a granola uniformemente pelo tabuleiro.
Leve ao forno por aproximadamente 30 minutos. Mexa de 10 em 10 minutos, para que a granola não queime por cima e torre uniformemente.
retire do forno e deixe arrefecer. Retire para um frasco. Se estiver bem vedado, dura muito tempo!
Pode adicionar aos seus batidos, iogurtes ou comer assim, à guloso, eheh 



segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Bolachas de Banana e Manteiga de Amendoim

Hoje, a receita que vos trago é de umas deliciosas bolachas. Simples! Nada mais simples que três ingredientes e saudáveis. Quando vi esta receita na página da Sofia Carvalho (a qual sigo fielmente!), não poderia deixar de experimentar, até porque se fazem assim num estalar de dedos, para além da junção dos meus ingredientes favoritos (a manteiga de amendoim se não engordasse comia à colher, eheh).
 
 
 
 
(aprox. 16 bolachas)
- 2 bananas médias maduras
- 1 cup de flocos de aveia finos
- 1/4 cup de manteiga de amendoim (usei com pedaços)
 
 
Pré-aqueça o forno a 180ºC, sem ventilação.
Descasque as bananas e, num recipiente, amasse bem até obter uma massa homogénea.
Adicione a manteiga de amendoim e misture muito bem.
Adicione os flocos de aveia e misture bem.
Forre um tabuleiro de forno com papel vegetal.
Forme pequenas bolas com as mãos, coloque no tabuleiro e pressione com um garfo, para ficarem achatadas.
Leve ao forno por cerca de 20 minutos.
Ao fim dos 20 minutos, retire do forno e deixe arrefecer.
 
 

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Tarte de Cacau (vegan)

Há muito que ando para partilhar esta receita! A minha introdução no cacau (puro!) foi feita com esta tarte deliciosa... E correu tãaaaaooooo bem!!! O cacau tem benefícios, como o elevação do humor e da sensação de bem-estar, redução de ansiedade, proliferação de neurónio, entre outros. Portanto, uma delícia em benefícios e em sabor.

Não sei se já referi por aqui, mas nem todos são fãs das minhas receitas, tudo porque não são doces o suficiente (é incrível como o açúcar em excesso faz tão parte do dia-a-dia das pessoas) ou porque traz sabores novos, aos quais ainda não estão habituados (e todos sabemos que o palato se educa e é de hábitos!). Mas o melhor de tudo é que todos gostaram desta tarte!

 


Base:
- 1 cup de cajus crus
- 3/4 cup de farinha de amêndoa
- 1/2 cup de coco ralado
- 2 + 1/2 c. sopa de cacau em pó
- 10 tâmaras
 
 
Recheio:
- 1+1/2 cup de cajus crus
- 1/2 cup de leite de coco (de lata)
- 1/2 cup de cacau em pó
- 1/4 cup de mel
- 2 c. sopa de óleo de coco
 

*Coloque os cajus para o recheio de molho durante a noite.

Para a base:
Coloque os cajus num processador e reduza a farinha.
Junte os restantes ingredientes e continue a triturar, até obter uma mistura homogénea.
Coloque a mistura numa forma de fundo amovível, pressionando com os dedos. Tem de encostar às "paredes" da forma, para que o recheio não espalhe.
Leve ao frigorífico.

Para o recheio:
Retire a água dos cajus e passe-os por água corrente.
Coloque os cajus num processador, juntamente com todos os restantes ingredientes. Misture até obter um creme homogéneo.

Coloque o recheio dentro da base e leve ao frigorífico, pelo menos por 30 minutos.
Decore a gosto!








segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Tarte de Caju, Coco e Figo

A semana passada foi dia de festa em casa dos meus sogros. A minha sogra festejou mais uma primavera e, como habitual, festeja com toda a família, que ficam já avisados, é enoooormeeeee :) Nestes dias, gosto sempre de ajudar com um docinho e costumo sair-me sempre bem. Mas eram doces carregados de açúcar e tudo o que nos fazia mal. Como sabem, mudei muito nesse aspecto e não seria fiel a mim mesma se, evitando tanto o açúcar e tudo o que é menos saudável, levasse para uma festa uma "bomba"!
 
Desde que entrei no mundo Instagram (para quem ainda não segue, toca a fazer uma visita aqui), tenho tido conhecimento de coisas deliciosas e a Helena Mazza regalou os meus olhinhos com esta receitinha que se segue :) Foram feitas algumas alterações, mas o resultado final foi DELICIOSOOOOOO
 
 
 
Base
- 1 cup de farinha de amêndoa
- 1 cup de coco ralado
- 4 c. sopa de óleo de coco derretido
- 2 c. sopa de mel (adicionar mais se for necessário mais liga na massa)
- 2 c. chá de canela em pó
 
Recheio
- 2 cup de caju (demolhado pelo menos uma hora)
- 2 c. chá de essência de baunilha
- 2 c. sopa óleo de coco derretido
- 2 c. sopa de mel
- 1 lata de creme de coco (ou 1 cup de leite de coco)
 
 
 
Para a base:
Misture todos os ingredientes com as mãos.
Espalhe a massa numa forma de fundo amovível.
Leve ao frio por 15 minutos.
 
Para o recheio:
Bata no liquidificador todos os ingredientes, até obter um creme branco homogéneo.
Despeje o recheio sobre a base e leve ao frigorífico até ao momento de servir, no mínimo 20 minutos.
Decore com metades/rodelas de figos frescos.
 
 
 

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Crepes de Alfarroba e Mirtilos

Há já algum tempo comprei o Pequeno Buda da Iswari, de Mirtilo Mágico. Esta mistura permite a elaboração de papas para o o pequeno-almoço ou lanche dos mais miúdos (e os graúdos também não perdoam, ahah), mas a minha intenção foi comprar para misturar em panquecas, crepes, bolos e afins, até porque na constituição tem açúcar de coco e, apesar de ser um açúcar saudável, não deixa de ser açúcar, devendo ser evitada a sua ingestão por crianças tão pequenas como o J.
 
Para mim mirtilo e chocolate faz todo o sentido, melhor, no meu pensamento de agora, mais saudável, claro, mirtilo e CACAU, mas ainda não ofereci cacau ao J. Uns falam em oferecer a partir dos 12 meses, outros dos 24, por isso, como ainda não me debrucei bem sobre o assunto, vou optando pela alfarroba. E foi assim que surgiram estes deliciosos crepes, simples, fofos e maravilhosos!
 
 
 
 
- 3 ovos de galinhas felizes
- 1 banana da madeira
- 3 c. sopa de água
- 1 c. sopa de óleo de coco
- 1 c. sopa de Pequeno Buda de Mirtilo Mágico
- 1/2 cup de farinha de aveia
- 1 c. chá de farinha de alfarroba
- 1 c. café de bicarbonato de sódio
 
 
Misturar todos os ingredientes com uma varinha mágica.
Espalhar porções da massa numa frigideira anti-aderente e deixar cozer de ambos os lados.